As orquídeas antes e depois da floração.

As orquídeas que recebem bons cuidados antes e depois da floração continuarão no caminho de seu ciclo de crescimento e florescerão novamente. Muitas pessoas temem que suas orquídeas não voltem a florescer, mas esse medo é infundado se você seguir algumas noções básicas de cuidados com orquídeas.

Comece comprando uma planta madura e que já tenha florescido uma vez ou esteja em processo de florescimento. Dessa forma, você tera uma grande possibilidade de sucesso, pois você adquiriu uma planta bem cuidada. Sem dúvida, seus esforços nos cuidados com a orquídea serão recompensados ​​com o próximo período de produção de flores. Então, vejamos algumas noções básicas de cuidados com orquídeas antes de florescer.

As orquídeas precisam de uma quantidade boa de água, mas não em excesso. Dependendo da orquídea, você tem que ajustar a quantidade suficiente. Por exemplo, algumas orquídeas devem estar secas antes de regar, enquanto outras não. Se você tem uma orquídea mariposa, que é uma das mais fáceis de cultivar, o solo não deve ficar muito seco e nem encharcado.

A situação é a mesma com o cuidado e a umidade das orquídeas. Dependendo das espécies de orquídeas que você possui, os níveis de umidade no ambiente podem variar de quarenta a setenta por cento. A maioria das orquídeas costuma estar no extremo mais alto desse espectro. Para manter sua orquídea saudável, você vai precisar descobrir qual o nível de umidade necessário para ela.

Uma estufa ou algum outro tipo de ambiente protegido, também pode ajudá-lo a manter os níveis corretos de temperatura para suas orquídeas. Cada espécie de orquídea tem a sua temperatura favorita, mas de modo geral é de dezoito a vinte e oito graus. Lembrando que as temperaturas mais baixas durante a noite são esperadas e ajudarão a planta a florescer abundantemente.

A luz solar é também um requisito para a floração, embora a exposição excessiva aos raios solares podem provocar queimaduras nas plantas. Se você acertar na quantidade de luz, a folhagem da sua orquídea será amarelada e não verde-escura. O verde-escuro significa pouca luz e, nessas condições, a orquídea pode não florescer.

As flores também dependem de uma planta bem alimentada com fertilizantes. Você precisa fertilizar as orquídeas a cada duas semanas. Na maioria dos casos, use uma mistura bastante diluída, seja ela orgânica ou sintética. Dependendo do tipo de orquídea, pode ser necessário cortar o caule da flor. Outras orquídeas não precisam do corte. Certifique-se de saber qual orquídea você tem e seu processo pós-floração.

Se a sua orquídea estiver no mesmo vaso por dois anos ou mais, é hora de trocar de recipiente durante o período entre a floração. A orquídea pode estar grande demais para o vaso ou esta na hora de replantar em um novo composto. Seja gentil e coloque a orquídea em um vaso de fibra e raízes de Osmunda regalis (samambaia-real), casca de barbatimão, casca de pínus, fibra de coco e argila expandida ou outro material bom para o cultivo de orquídeas. Isso deve dar um bom começo para o próximo período de crescimento e novas flores.